/pt/actions/roger/member_fields /pt/actions/roger/member_info

Camarões: Liberdade para Roger!

"Estou muito apaixonado por você": a mensagem que colocou Roger na cadeia.

131.263
META: 200.000
131.263 pessoas apoiam essa campanha. Ajude-nos a chegar a 200.000 assinaturas

ATUALIZAÇÃO: 10 de janeiro de 2014 - Triste notícia: Roger morreu em Camarões. Alice Nkom, amiga e advogada de Roger, deu início a uma homenagem virtual junto da All Out para honrar a memória e a coragem de Roger. Saiba mais e acrescente seu nome aqui.  

Publicado em 13 de setembro - Roger passou o último de sua vida em uma prisão em Camarões. Seu crime? Enviar uma mensagem de texto para outro homem dizendo "Estou muito apaixonado por você". O caso de Roger será levado aos tribunais novamente nessa segunda-feira, para uma audiência de apelação - e ele voltará para a prisão por mais dois anos se não agirmos agora.

Temos poucos dias para evitar que Roger volte para a cadeia, onde ele já enfrentou abusos policiais e condições precárias de saúde. O presidente de Camarões, Paul Biya, e o Ministro da Justiça têm a autoridade para libertá-lo e acabar com as terríveis leis anti-gay que levaram Roger para a prisão. O presidente Biya já cedeu à pressão internacional no passado, e ele sabe que a reputação de seu país está em jogo.

Junte-se a nós e exija que o presidente de Camarões, Paul Biya, liberte Roger, preso por enviar uma mensagem de texto a outro homem.

Para: PRESIDENTE PAUL BIYA E MINISTRO DA JUSTIÇA LAURENT ESSO

Vocês estão sendo convocados a libertar Roger Jean-Claude Mbédé, preso por enviar uma mensagem de texto a outro homem, e a colocar uma moratória nas leis que criminalizam a homossexualidade em Camarões.

Estas leis negam direitos humanos básicos para inúmeros camaroneses e camaronesas como Roger, e criam um ambiente de hostilidade e medo. Deixem de aplicar leis que fazem do amor um crime e esforcem-se para que elas sejam revogadas de maneira permanente.

caracteres restantes

Nós protegemos sua privacidade e manteremos você informada/o sobre nossas campanhas.

Por que estamos tomando esta iniciativa