O que já rolou

Nossas campanhas são a prova de que o amor sempre vence. Conheça algumas das nossas maiores vitórias (até agora!).

Ajuda para refugiados LGBT

Essas são ações em curso, realizadas em parceria com o Projeto de Assistência a Refugiados do Iraque (IRAP), para ajudar a fornecer um lugar seguro para pessoas LGBT que correm perigo no Iraque.

No mundo inteiro há pessoas LGBT correndo risco de serem presas, torturadas e até mortas simplesmente por ser quem são ou amar quem amam. A All Out vem trabalhando desde 2012 com o Projeto de Assistência a Refugiados do Iraque (IRAP) para resgatar dezenas de pessoas LGBT expostas ao perigo extremo.

Em 2012, descobrimos que os nomes de 30 jovens iraquianos tinham aparecido em uma "lista de morte" simplesmente por que "pareciam ser gays". Muitos já tinham sido atacados e preferiam se esconder, sem ter para onde ir.

Fear as death squads hunt Iraq's gays and "emos"

BAGHDAD (Reuters) - The man holds up two pictures of his friend, which tell the story of what it now means to be gay in Iraq. One photograph, which the man keeps on his mobile phone, is a portrait of a handsome youth with a stylish haircut.

Em apenas três dias, membros da All Out doaram 60 mil dólares para resgatar 13 pessoas que enfrentavam perigo iminente. Elas conseguiram sair do Iraque e se estabelecer como refugiadas em outros lugares para começarem uma nova vida em segurança.

Com a continuidade dos conflitos no Iraque, milhares de pessoas LGBT foram obrigadas a fugir para sobreviver. Muitas escaparam para a Jordânia e o Líbano, mas como lá não havia abrigo seguro para refugiados e refugiadas LGBT, essas pessoas continuaram enfrentando discriminação e violência.

Em maio de 2015, Samir, um homem gay da Síria, nos informou que o Estado Islâmico (ISIS) havia invadido a cidade onde ele morava. Poucas semanas depois, o grupo assassinou seu melhor amigo, que também era gay.

Samir conseguiu fugir para o Líbano, onde recebeu ajuda do IRAP. Mas não demorou para que seu dinheiro acabasse e ele corresse o risco de ficar desabrigado. Os membros da All Out se juntaram e doaram os 6.600 dólares necessários para conseguir um abrigo seguro para Samir.

IRAP Partners with All Out to Raise Over $20k for LGBTI Refugees

IRAP is thrilled to announce that, thanks to a recent partnership with LGBTI advocacy organization All Out, we will be able to provide immediate assistance for several of our most vulnerable LGBTI clients in Lebanon and Jordan. The campaign, unveiled in May, raised over $20,000 for IRAP in only a few days, thanks to the commitment of All Out's extensive network of supporters.

Alguns meses depois, em setembro de 2015, tivemos a notícia de que Nina, uma mulher trans da Jordânia, tinha sido atacada violentamente pela própria família simplesmente por ser trans. Sem ter nenhum lugar para onde ir, Nina procurou ajuda do IRAP. Em poucos dias, quase 500 membros da All Out fizeram doações para que Nina fosse realocada com segurança.

Em 2016, os membros da All Out se juntaram novamente para ajudar Malaak, uma mulher trans refugiada do Iraque que estava fugindo havia 10 anos. Por causa de sua identidade de gênero, ela foi ameaçada e atacada repetidas vezes em sua casa, às vezes pelos próprios parentes, e chegou a ser torturada pela polícia do Iraque.

Graças ao IRAP ela teve a chance de ser levada para um abrigo seguro na França. Mais de mil membros da All Out fizeram doações para que Malaak encontrasse um lugar para viver em segurança.

Veja o que Malaak nos disse:

"Eu enfrentei muito abuso e violência. O proprietário do lugar onde eu morava me violentava na frente do meu colega de quarto. [Com a ajuda da All Out], consegui voltar para Hamra antes de viajar. Eu me senti segura. Eles deram muita ajuda para mim e outras pessoas LGBT. Ainda não tive a honra de conhecer ninguém [da All Out], mas agradeço imensamente o apoio deles e do IRAP."

A All Out continuará agindo para dar suporte a refugiados LGBT em todo o mundo.